De Belgrado à Atenas por terra

Praça em Tirana, Albânia - 3º país dos 6 visitados nesse trajeto.

Praça em Tirana, Albânia – 3º país dos 6 visitados nesse trajeto.

Chegamos ontem à tarde em Santorini depois de 3 dias seguidos de viagem. Achei que seria legal falar sobre os detalhes técnicos de como fizemos nossa viagem de Belgrado até Atenas por terra visitando 6 países (Sérvia, Montenegro, Albânia, Kosovo, Macedônia e Grécia) em umas 3 semanas e percorrendo uns 2000 km.

O objetivo disso é unificar um monte de informação útil que está espalhada por aí para quem quiser fazer uma viagem semelhante.  Alguns dos trechos são bem simples e diretos, mas em outros (como os ônibus na Albania ou cruzar a fronteira entre Macedônia e Grécia) é bom chegar preparado.

É mportante também ressaltar que as viagens são lentas, já que às vezes as estradas são ruins. Então, por mais que as distâncias pareçam curtas, você pode demorar um pouco mais para chegar ao seu destino.

Sobre a nossa entrada nos países:  eu estava viajando com o meu passaporte francês, já que o meu brasileiro estava na mochila da Cris que foi roubada, e a Cris estava com o brasileiro.  Não tivemos problema em nenhum lugar, às vezes a imigração demorava um pouco pra descobrir se brasileiro precisava de visto para entrar no país, mas para nenhum desses 6 ele é necessário.

Trem Belgrado – Podgorica

Como descrevi no meu post sobre Montenegro, esse trecho é bem simples.  Basta comprar a passagem na ferroviária de Belgrado para o trem diurno ou noturno (que pegamos e sai às 20:10). Vão pedir o passaporte 2 vezes – na saída da Sérvia e na entrada de Montenegro (no nosso caso as duas vezes foram na madrugada).

Ônibus Podgorica – Cetinje

Simples também, a estação de ônibus em Podgorica é logo ao lado da ferroviária, basta ir à cabine e escolher para onde ir, no nosso caso, Cetinje.

Ônibus Cetinje – Kotor

A estação de Cetinje é quase uma parada de ônibus.  Aqui basta esperar o ônibus que passa por Kotor (direção de Herceg Novi).  É só perguntar pra cada ônibus que chegar se vai para Kotor e você paga a passagem no próprio ônibus (€ 4,50).

Ônibus Kotor – Petrovac

Só chegar na rodoviária de Kotor e comprar a passagem também, não lembro direito, mas acho que custa uns € 5.

Carro Petrovac – Ulcinj

Aqui pegamos uma “carona” paga, como a Cris descreveu aqui, mas tem ônibus também, deve dar uns € 5.

É importante ressaltar que Ulcinj é o único lugar que dá pra pegar o ônibus para a Albânia, então é uma passagem obrigatória pra quem quer fazer esse trajeto.

Ônibus Ulcinj – Shkodra

Aqui é fácil também, só comprar a passagem na rodoviária, o ônibus sai 12:30 e custa uns € 5 por pessoa.

Mais uma travessa de fronteira e o passaporte será pedido. O cobrador ou o próprio motorista vai passar recolhendo os passaportes, às vezes é logo na saída e às vezes é perto da fronteira.

Ônibus Shkodra – Tirana

A Albânia não tem rodoviária, ainda não sei porque mas é assim.  Além disso eles tem uns furgões (tipo lotação) que fazem os trajetos, não pegamos nenhum, só ônibus mesmo.  Cada ônibus vindo ou indo para cada lugar diferente sai e chega em lugares diferentes.  No nosso caso queríamos ir para a capital, Tirana, a saída desse ônibus é do lado da Rádio Shkodra.  Se não me engano sai de hora em hora e custa 300 lekes (uns R$ 7).

Ônibus Tirana – Prizren

Aqui o lance é descobrir a companhia que leva para a cidade que você quer ir e comprar lá, o ônibus geralmente sai na frente da agência escolhida e a maioria delas fica atrás do museu perto do escritório de informação turística.  Nossa companhia era a Metro e custava 1400 lekes cada (uns R$ 35).  Na nossa ida umas 3 pessoas do nosso ônibus foram barradas na fronteira… Como em outros ônibus que atravessam fronteiras, eles recolhem os passaportes e depois devolvem.

Ônibus Prizren – Skopje

Como em Tirana, tem que descobrir a companhia que faz o trajeto desejado, mas em compensação tem uma rodoviária que fica perto do centro. € 9 por pessoa.  Passamos por Kosovo rapidinho e pode-se escolher ir direto de Tirana para Skopje. O ajudante do motorista pega os passportes perto da fronteira.

Ônibus Skopje – Ohrid

Basta achar a companhia que se deseja na rodoviária e comprar o bilhete, no nosso caso o Ohrid Express era o mais barato, 3:30 horas de viagem saía às 14:45 e custava 400 Denars (uns R$ 20) por pessoa.

Ônibus Ohrid – Bitola

Da rodoviária de Ohrid, 220 Denars (R$ 11) 12:20 ~ 2 horas de viagem, facinho.

Carro/Taxi Bitola – Florina

Aqui é um pouco mais embassado, não tem ônibus que atravessa a fronteira, então tem que pegar um taxi.  Você tem que negociar um pouco, o preço de “tabela” é € 25, nós conseguimos por 1230 Denars (uns R$ 60). Alguns taxistas têm esquema para atravessar a fronteira com a Grécia já que no geral os gregos não vão com a cara dos macedônios (algo a ver com a disputa pelo nome).  Aqui, mais uma vez, passaportes. O nosso taxista teve que pagar 5 euros para o policial na fronteira. Sim, suborno.

Trem Florina – Atenas

9:58 troca em Platy para trem para Atenas que sai 12:28.  No nosso caso o trem saindo de Florina atrasou, mas o trem que vai pra Atenas é logo do outro lado e espera o trem de Florina para partir, então não precisa estressar.  No nosso trem tivemos um fiscal de bilhetes muito gente boa, ele nos deu Ouzo (uma cachaça grega) e umas maçãs. O trajeto todo custa € 52,80 por pessoa.

Depois de chegar em Atenas ainda pegamos um barco para Santorini, mas aí é outra história…

Mapa do roteiro de Belgrado à Atenas

Mapa do roteiro de Belgrado à Atenas

Trackbacks