O que levar na mala by Cris Werebe

Antes

O Robin também escreveu um post contando como ele fez a mala dele.

Gente, é o seguinte. Eu precisava achar a maior, a mais prática e a mais leve mochila do mundo. Ela também tinha que ser pink ou pelo menos bonitinha.

O Robin comprou a dele pela Internet depois de pesquisar muito, mas muito mesmo. Ele perguntou se eu queria uma igual, eu vi a foto e na hora disse que não, que a mochila era horrorosa e sem graça. E fui para os EUA achando que eu acharia logo uma melhor e mais bonita.

Fomos à Miami e nada, Key West e nada. Em Nova Iorque eu encontrei uma que considerei aceitável. Chegando em casa eu fui colocar as minhas roupas dentro e foi a primeira vez que eu chorei na viagem. Não cabia nada.

Voltamos à loja no dia seguinte e consegui trocar por outra mochila. But guess what… Por uma IGUAL à do Robin, inclusive a cor, porque era escolher entre cinza e um vinho horroroso. Daí tive que admitir que certas coisas são indispensáveis quando da escolha da mala:

– O peso – mala de rodinha é prática, mas o peso do puxador e das rodinhas pode ser o culpado por você não poder levar mais algumas peças de roupa para a trip.

– A maneira como ela abre. Se vocês olharem a foto, verão que ela abre por inteiro e não só a parte de cima, como geralmente as mochilas grandes são.

– Os fechos dos zíperes se encontram todos em uma posição, então fica fácil e prático para colocar um cadeado.

– Que se dane a cor da mala.

Comprei uma Osprey Farpoint 40 Travel Backpack, ela é carry-on friendly!!!!

O que eu levei:

– Roupa para malhar : uma calça, uma bermuda ou shots, um top, uma regatinha e uma camiseta.
– 1 ou 2 toalhas – eu tinha duas, uma de banho e uma para malhar pequena (daquelas de alto poder de absorção).
– 1 casaquinho corta-vento e um casaco grosso para quem for pegar inverno
– 1 par de tênis
– Havaianas
– Um par de botas – que eu trocaria por uma sapatilha assim que fosse para lugares mais quentes. (Roubaram a minha mala, por isso ‘trocaria’)
– 2 saias – uma jeans e uma preta mais compridinha..
– 2 leggings – o que eu uso é aquele fio 80 da Lupo. É lindo, não faz bolinha e seca em pouco tempo.
– Duas blusas de merino, uma de manga comprida e outra de manga curta.
– 7 calcinhas
– 3 pares de meia
– 1 sutiã e um outro top
– 1 lenço ou echarpe (não trouxe e estou sentindo falta)
– 1 vestidinho que dê para você usar com o legging e a bota ou com a havaiana.
– 1 camisa de algum tecido que não amasse.
– 1 cardigã ou outra blusinha mais bonitinha para colocar com o jeans. Eu só usei jeans para viajar e para jantar, de dia usava os leggings.
– 1 biquini (eu trouxe dois porque não consegui ser tão desaforada e injusta com os meus outros 100 modelitos)

Make up

Cada um sabe do que precisa, mas eu carregava:

– rímel
– corretivo
– batom de longa duração
– blush
– pincel para o blush
– pó compacto

Perfume:

Escolhi o CK one de 50ml como o perfume ideal para viajar.

Escova de cabelo:

Comprei uma tangle teaser pequena. Colocarei a foto, mas é uma escova com tampa. As certas ficam protegidas, não acumula cabelo e é do tamanho ideal. (Além de ser fofa!!!)

Para o cabelo:

Gosto de cuidar do meu cabelo e pronto.

Levei:

– óleo da Kérastase – exilir ultime (o dourado)
– shampoo John Frieda Brilliant Brunette e um da Redken
– condicionador da Kérastase – Cristalliste (o rosinha para cabelos longos)
– óleo Cristalli Liquidi da Alphaparf (tem um cheirinho surreal)

Leve coisinhas diferentes para o cabelo. Você já não terá muita opção de roupas, abuse e experimente tudo no cabelo sem medo de ser feliz. (Eu fui na Acessorize e comprei flores, tiaras, presilhas e elásticos diferentes)

De eletrônico eu tinha um Mac Book Air mini, um ipad mini e dois ipods (esses ainda tenho!!!)
Também comprei um Polar, que além do sensor de frequência cardíaca, ainda tinha GPS e eu podia ver as minhas corridas no mapa depois.

Não levei o celular.

Como já devem saber, tive que refazer a mala após dois meses de viagem e comprei:

– 3 camisetas
– 1 shorts
– 1 blusinha de frio
– 2 camisetas de manga comprida
– 6 pares de meia podrinhas
– 1 sutiã
– 1 rímel
– 1 corretivo
– 1 blush
– shampoo e condicionador da farmácia mesmo
– uma gilette

Remédios:

Não sou de ficar tomando remédio, mas precisei do Bufferin do Robin por causa de dor de cabeça.
– pílula – havia comprado várias cartelas porque tem países que não pode comprar sem receita, mas fui roubada e por sorte consegui comprar mais na Sérvia.
– vitamina para o cabelo e para as unhas. Amei a Inneov Densilogy. O cabelo cai por causa da mudança na alimentação e na rotina.

Detalhes:

Gostaria de frisar que a nossa viagem é longa, sem luxos e com muita aventura. Quanto mais simples e menos coisa para carregar, melhor.

Acabei percebendo que a gente precisa de muito pouco e que se algo for realmente for necessário, é melhor comprar no caminho do que levar na mala desde o país de origem. Tudo se ajeita e a gente se adapta a tudo também.

Comments

  1. says

    Cris, ia te sugerir exatamente esse tema pro post! Adorei! Vou ver se me inspiro e levo uma mala pequena. Sou a rainha de levar bagagens monstras e me arrepender! Rsrs. Bjos

Trackbacks

Deixe um comentário